Social Video Marketing: tudo sobre o tema

/, Video Marketing, Marketing Digital/Social Video Marketing: tudo sobre o tema

Social Video Marketing: tudo sobre o tema

Tempo de leitura: 6 minutos

Quem trabalha com marketing digital já entendeu que os protagonistas da nova geração do marketing são os vídeos. Enquanto mídia, a internet possui linguagem própria, e aquele vídeo institucional que funciona na prospecção com potenciais clientes, pode não funcionar no mundo virtual. Nas redes sociais, a exigência ainda é maior. É preciso entender para quem falar, como falar e até quando falar. Diante dessa problemática surge o Social Video Marketing.

Espera aí! Não sabe o que é Social Video Marketing?

Um grande erro que diversas empresas cometem ao trabalhar seu marketing digital e marketing de conteúdo é não respeitar as peculiaridades das redes sociais. Pense em uma rede social como uma emissora de TV a Cabo. Cada emissora possui um perfil e um público específico a ser atingido. Com as redes sociais a sistemática é a mesma. Não há como adaptar seu conteúdo a várias redes sociais acreditando obter os mesmos resultados.

Antes de escrever um conteúdo, é preciso pensar em qual plataforma ele será postado. Facebook, Instagram, YouTube, LinkedIn, entres outras redes, são plataformas digitais com objetivos bem definidos. E esses, por conseguinte, podem não estar em consonância com as suas estratégias de marketing.

Esteja por dentro da essência de cada rede social e obtenha uma comunicação muito mais eficiente. Por isso, saiba escolher as plataformas que mais se encaixam nos objetivos da sua empresa.

Escolha o Conteúdo certo para a Plataforma certa

Seria incoerente falar de Social Video Marketing sem dar uma passada nas principais redes sociais. Atentar para as características mais marcantes de cada rede é fundamental antes de executar o seu marketing de conteúdo.

Facebook

Atualmente, com mais de dois bilhões de usuários, o Facebook é a maior rede social em atividade. Próprio para promover negócios, ele também ajuda na construção da sua marca e no engajamento com o público.      

Twitter

O Twitter é uma rede social que se encontra em constante crescimento. Com as mudanças recentes e o investimento em ferramentas de vídeo, o Twitter tem obtido um crescimento exponencial, tornando-se um terreno fértil para empresas que precisam de um canal direto no atendimento ao cliente. Uma arma potente para a mensuração do mercado e dos serviços prestados.

LinkedIn

Utilizada como ferramenta de trabalho desde 2003, o LinkedIn tem se revelado uma rede social versátil e muito eficiente. Perfeito para profissionais e empresas que possuem modelos de negócios B2B (business to business), ou seja, que vendem produtos e serviços para outras empresas, o LinkedIn virou um espaço de interação. Além de aumentar seu networking, é uma importante ferramenta de comunicação corporativa.

Instagram

Menina dos olhos para as empresas, é a rede social mais versátil atualmente. Ao absorver funcionalidades e ferramentas de outras plataformas digitais para elevar sua relevância no mercado, o Instagram passou a atender a diversos objetivos comerciais. Dentre eles a exposição de produtos para criar experiências visuais, engajar a audiência e promover a venda direta com o redirecionamento para o site das empresas através de links externos. Embora possua muitas funções apenas para contas verificadas ou posts patrocinados, a rede social possui um alcance orgânico altíssimo em relação à criação de Mark Zuckerberg, o Facebook.

Youtube

Embora o YouTube seja a segunda maior rede social da internet, ele não representa necessariamente um lugar convidativo para empresas que estejam em busca de construção de autoridade. A maior plataforma de compartilhamentos de vídeos tornou-se uma bolha para quem almeja por sucesso. Em meio a um mercado cada vez mais competitivo, é preciso tempo e paciência para obter resultados animadores no YouTube. Um tempo que nem toda empresa possui.  

O YouTube serve como uma arma importante para o fortalecimento de marcas e aumento da visibilidade através de técnicas de SEO. De propriedade do Google, a plataforma sai na vantagem devido ao privilégio nos resultados de suas buscas. Lembre-se: 1 minuto de vídeo no YouTube corresponde a 1,8 milhões de palavras.

IGTV

Embora seja intitulado por muitos como o novo YouTube, o IGTV ainda não mostrou a que veio. Derivado do Instagram, a plataforma surfa nas tendências dos vídeos verticais. Saindo na frente em relação às outras redes sociais. No entanto, é importante frisar que, como já dito anteriormente, não se deve replicar conteúdos de redes sociais que não possuem o mesmo perfil de público. Algo que acontece com frequência no IGTV.

Fique de olho nas tendências e formatos que estão em alta na internet!

Formatos a serviço do público

Embora pareça algo extremamente novo, formatos de conteúdos sempre se adaptaram à experiência do usuário. Filmes, programas de rádio, de tv e mídias impressas, são projetados para que a mensagem seja entregue sem ruídos, prendendo ao máximo a atenção do público. Na internet não é diferente.

Segundo estudo realizado pela Teads, empresa inventora dos vídeos outstream, consumidores que são expostos aos vídeos verticais são 39% mais suscetíveis à uma opinião favorável da marca anunciada. Com base nesses dados, o formato vertical se estabelece como uma ferramenta importante de persuasão e não apenas como um modismo ao qual as empresas precisam se adaptar sem saberem seus fundamentos.

Social Video Marketing fala a língua da internet

Nos primórdios do YouTube, muitas empresas utilizavam comerciais de TV a fim de alcançar seus objetivos. E a internet, como de costume, rejeitou todo ou qualquer conteúdo que não se esforçou em se adaptar à sua linguagem. Surgiu então o Video Marketing como estratégia para atingir grandes públicos.

Com o crescimento exponencial das redes sociais, muitas vezes canibalizando as buscas no Google, o Video Marketing começou a dar sinais de cansaço. É preciso muito mais que estratégias de marketing para atingir o seu público. Seu vídeo precisa ser sociável e se adaptar aos diversos nichos, públicos, propostas e formatos.

Um exemplo recente, o IGTV, demonstra a importância das empresas se preocuparem à experiência do usuário. Muitos dos conteúdos produzidos na plataforma de vídeos do Instagram são replicados de outras redes sociais. Resultado: Um baixo engajamento do público com vídeos que causam estranhamento dentro da proposta desse novo recurso.

Olhar para o seu público é o primeiro passo para atingir a todas as potencialidades que as redes sociais podem oferecer. Invista em vídeos que além de engajar e converter, mantenham uma conexão direta com a sua audiência.

Ainda não adota a estratégia do Social Video Marketing na sua empresa? Então baixe o nosso infográfico e conecte-se já com o seu público!

By |2019-03-10T10:49:08-03:00setembro 3rd, 2018|Categories: Social Video Marketing, Video Marketing, Marketing Digital|0 Comentários

Sobre o Autor:

Há 10 anos, viajamos com briefings interestelares, em entregas feitas na velocidade da luz e uma equipe especializada pronta para os mais inimagináveis desafios. Agora embarcamos numa nova jornada. Adentramos o universo do marketing digital e estamos prontos para muitas batalhas, conquistas e descobertas. Nossa expertise em produção audiovisual munida de técnicas de storytelling e estratégias de marketing, são os nossos diferenciais.

Deixar Um Comentário