Novo recurso do Instagram, IGTV, será o novo Youtube?

/, Video Marketing, Marketing Digital/Novo recurso do Instagram, IGTV, será o novo Youtube?

Novo recurso do Instagram, IGTV, será o novo Youtube?

Tempo de leitura: 6 minutos

Na quarta-feira(20), o Instagram anunciou um novo recurso de compartilhamento de vídeos em sua plataforma: o IGTV. Neste mesmo dia, a empresa divulgou que atingiu a marca de 1 bilhão de usuários ativos por mês, oito anos após seu nascimento. Um crescimento de 200 milhões de seguidores desde setembro de 2017.

Vários fatores colaboraram para esse progresso, entre eles, a ferramenta Stories. Copiado do ex-promissor Snapchat (app que revolucionou a produção de vídeos no meio digital), o Stories trouxe sangue novo para a produção de conteúdo em vídeos para mídias sociais. Além de abrir os olhos dos executivos do Instagram para as múltiplas possibilidades que a rede pode oferecer.

O novo recurso aumenta a criação de vídeos de 60 segundos para 60 minutos (ainda liberado para usuários exclusivos, e posteriormente para o restante do público), e possibilita a criação de um canal a todos os perfis da plataforma. Assemelhando-se à televisão, o IGTV transmite vídeos em autoplay tanto das pessoas que você segue, quanto em categorias como “Seguindo”, “Popular e “Continuar assistindo”.

Mas o que de fato faz do Instagram a rede mais promissora do momento e maior concorrente do Youtube?

Separamos alguns motivos que vão te ajudar a entender melhor. No Instagram:

1 – O usuário interage com mais facilidade:

O Instagram surgiu como uma ferramenta de compartilhamento de fotos. Uma espécie de álbum virtual onde os usuários postam imagens do seu cotidiano. A rede, antes vista como uma experiência mais aspiracional do que lucrativa, passou a atrair cada vez mais empresas interessadas em seduzir possíveis consumidores de forma mais orgânica. Além disso, o Instagram é a rede do SDV(sigo de volta), algo que não acontece com outras plataformas como Facebook e Youtube. No que isso implica? Usuários ganham mais visibilidade e capacidade de interação.

 

2 – O conteúdo é produzido com mais espontaneidade:

Youtube não é terra para qualquer pessoa. No início, na plataforma pioneira de streaming de vídeos, era possível conseguir visibilidade com boas ideias e pouco recurso. No entanto, devido o boom dos youtubers (muitos patrocinados por networks), a produção tornou-se mais restrita, e suas chances de sucesso no Youtube menores. Não é qualquer um que tem coragem de ligar uma câmera e falar com propriedade sobre um determinado assunto ou apenas partilhar suas histórias de vida. O usuário é condicionado a seguir pessoas com um certo grau de autoridade no Youtube, condenando novos produtores de conteúdo ao limbo da rede social.  No Instagram a engrenagem é diferente. Qualquer pessoa, independente do seu grau de timidez, produz vídeos espontâneos e interage com sua lista de seguidores sem que se sinta coagida. O que gera um tráfego absurdo para a rede.

 

3 – Absorção das propostas de outras redes sociais:

O crescimento do Instagram está diretamente ligado à maneira como ele lida com a concorrência. A absorção do modelo de propagandas do Facebook, o compartilhamento de vídeos curtos do Snapchat, a criação de uma plataforma de vídeos como o Youtube, são apenas alguns exemplos que mostram que o Instagram vive do lema “nada se cria, tudo se copia”, sem medo de críticas e com um alto poder de adesão.

 

4 – Verticalização dos vídeos:

Como já percebido, a tentativa do Facebook de concorrer com o Youtube fora por água abaixo. Vídeos compartilhados no Facebook possuem altas taxas de abandono, ou seja, os usuários se desinteressam facilmente por vídeos em suas timelines. Pensando em seu principal rival, Mark Zuckerberg – magnata das rede sociais, tirou da derrota uma grande lição: usuários que assistem vídeos através de smartphones, sentem-se incomodados com formatos de vídeos horizontais. Vídeos verticais, além de facilitarem a visualização, possibilitam a produção de conteúdo apenas com a câmera do celular e com qualidade aceitável. Um pressuposto que nos leva a um palpite sobre os próximos anos do Instagram.

 

O INSTAGRAM RESGATA A ESSÊNCIA DA INTERNET

Atualmente, o Youtube possui a marca de 1,8 bilhão de usuários. Despontando como a maior plataforma de streaming de vídeos da internet. Um número não muito distante, se pensarmos no crescimento exponencial do Instagram nos últimos meses.

A internet surgiu como uma plataforma de compartilhamento de informações e interação entre as pessoas. Programas de bate papo(como chat Uol, ICQ, MSN Messenger) nos tornaram cada vez mais próximos, e o surgimento das redes sociais, tornaram nossa vida cada vez mais pública.

Lá em 2004, o mundo se viu diante de uma nova forma de interação com o finado Orkut. Nele, não havia empresas, propagandas, webcelebridades ou qualquer outro tipo de comportamento fomentado pelas indústrias do marketing e da publicidade. O Orkut naufragou justamente por não ter sido pensado como uma nova mídia para as empresas se divulgarem. Em contrapartida, o Facebook já nasceu como uma plataforma mais interativa, pensada para empresas atingirem seus públicos. O grande desafio das redes sociais é manter o público engajado e, consequentemente, conectado.

Quando uma rede social perde seu poder de democratização ao usuário, ela tende a entrar em declínio. O Instagram, desde sua compra pelo Facebook, foi visto por muitas empresas como uma mídia complementar, mas agora está encontrando seu espaço como protagonista. Para Mike Krieger, executivo brasileiro e um dos fundadores do Instagram, alguns criadores já veem a rede social como sua casa. O Instagram deixou de ser o lugar onde a vida perfeita é retratada e passa a ser um novo espaço para usuários de diferentes classes e culturas.

 

O IGTV VEIO PARA FICAR?

Isso apenas o tempo pode dizer. Nós apostamos que o novo recurso precisa e deve ser incorporado pelas empresas com urgência. O Instagram avisou que só daqui a alguns meses o recurso terá ferramentas para realizar anúncios.

Por enquanto, o IGTV é inteiramente orgânico, democrático e livre de interrupções. Nada melhor para você, que investe em Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo, apostar na conexão com o seu público de igual para igual, aproveitando a onda do momento.

A MZ3 já marca presença no IGTV. E você, já se inteirou dessa novidade?

Gostou do post? Então, siga nossas redes sociais e não perca nenhum conteúdo! Estamos no FacebookInstagramLinkedIn e Youtube.

By |2019-03-10T10:53:25-03:00junho 21st, 2018|Categories: Estratégias de Marketing, Video Marketing, Marketing Digital|0 Comentários

Sobre o Autor:

Há 10 anos, viajamos com briefings interestelares, em entregas feitas na velocidade da luz e uma equipe especializada pronta para os mais inimagináveis desafios. Agora embarcamos numa nova jornada. Adentramos o universo do marketing digital e estamos prontos para muitas batalhas, conquistas e descobertas. Nossa expertise em produção audiovisual munida de técnicas de storytelling e estratégias de marketing, são os nossos diferenciais.

Deixar Um Comentário